Mande sua mensagem também nas redes sociais.

Notícias

Alunos da rede estadual de ensino são destaque no Enem

postado em 27/01/2017 11:01

Alunos da rede estadual de diferentes regiões da Bahia se destacaram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). De Serrinha, a estudante Thaylane Gleice Santos, 17, fez 940 pontos na redação. Já João Vitor Cavalcante Aleixo, 17, morador do povoado Maceté, zona rural do município de Quinjingue, fez 920 pontos.

“Posso garantir que 2016 foi o ano que mais me dediquei aos estudos. Além das aulas, assisti diversos vídeos que contribuíram para aprimorar o meu conhecimento”, revela a jovem Thaylane ao avaliar sua atuação no Enem. Com uma excelente nota, ela já foi aceita no curso de História da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uesc) e está aguardando o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade para Todos (ProUni), para escolher entre Direito e Jornalismo.
Já João Vitor, aguarda ser chamado pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), para a qual escolheu como primeira opção o curso de Bacharel Interdisciplinar em Saúde. “Pelos 920 pontos que fiz, devo ser classificado na Ufba. Depois, com o passar do tempo, pretendo tentar transferência para Medicina, que é o meu sonho maior”, conta o estudante.

estudantes
O estudante Gustavo Medrado Santos, 18, de Jitaúna, também fez 920 pontos na redação. “Fiz a inscrição para o curso de Direito nas Universidades Estaduais do Sudoeste da Bahia (Uesb) e Santa Cruz (Uesc), onde tenho grande chance de passar, além das oportunidades dadas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (ProUni) ou Fundo de Financiamento Estudantil (Fies)”, comemora.

Além deles, os estudantes Karen Almeida, de Bom Jesus da Lapa e Rafael Pedra, de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador também tiveram destaques na redação do Enem. Karen Almeida fez 960 pontos e Rafael Pedra 920 pontos.

Todas essas histórias de sucesso no Enem, se devem não só ao esforço e dedicação desses jovens, mas às ações do governo do Estado, provenientes do programa Educar para Transformar, criado em 2015, que desde então vem preparando os estudantes da rede estadual, tanto para o Enem, quanto para a vida. Entre essas ações, realizadas durante todo o ano de 2016 estão, o acesso à plataforma web Edux, com diversos conteúdos que auxiliam no processo de aprendizagem.

estudantes 4

Já perto da realização do Exame, a Secretaria da Educação através de videoconferência, reuniu gestores, professores e coordenadores pedagógicos para avaliar os resultados obtidos pelos estudantes nos dois primeiros simulados do ‘Hora do Enem’ (programa exibido pela TV Educativa durante toda a semana, para auxiliar os estudantes no período de preparação pro Enem) e orientar os educadores a motivar os alunos. A videoconferência foi transmitida do Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, para as salas das sedes dos Núcleos Regionais da Educação (NRE). Faltando menos de um mês para o Enem, o IAT também promoveu o ‘Foco no Enem’, uma ação que reuniu professores do Instituto e estudantes da rede, para reforçar a preparação dos jovens, com uma abordagem dinâmica e interdisciplinar, buscando um bom desempenho dos alunos na realização da prova.

Sem falar nos aulões de revisão realizados nas escolas da rede estadual de toda a Bahia, às vésperas do Exame, para a consolidação dos conteúdos que foram trabalhados ao longo do ano letivo, dar suporte psicológico para amenizar a ansiedade típica do período.

estudantes 3

Certificação

Os estudantes que realizaram o Enem, em 2016, e solicitaram a certificação do Ensino Médio no ato da inscrição, tendo requisitado recebimento através da Secretaria da Educação do Estado, já podem dirigir-se às unidades escolares autorizadas do Estado da Bahia. Entre os requisitos, o estudante deve ter atingido o mínimo de 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento do ENEM e 500 pontos na Redação.
Para obter o certificado, além do rendimento na avaliação, o candidato deve possuir 18 anos completos até a data de realização da primeira prova do Enem, mesmo sendo emancipado, e apresentar os seguintes documentos: duas fotos 3X4 recentes, RG e CPF (cópias e originais), cópia do resultado do Enem e a senha para acesso ao sistema do resultado. Confira as unidades autorizadas para certificação no site da Secretaria da Educação. http://escolas.educacao.ba.gov.br/certificacaoeenem