Mande sua mensagem também nas redes sociais.

Notícias

Cirurgião Raul Cutait recebe título de cidadão baiano

postado em 15/10/2015 04:10

A sessão especial que concedeu o título de cidadão baiano ao cirurgião e gastroenterologista, dr. Raul Cuitait, do hospital Sírio Libanês, foi aberta pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo e teve início com a execução do Hino Nacional.

O evento foi proposto pelo deputado Nelson Leal, que começou seu discurso contanto a história de vida do homenageado e enalteceu o importante papel exercido pelo dr. Cuitait na medicina brasileira, além de salientar a satisfação de torná-lo cidadão da Bahia. “Estamos aqui para recebê-lo de braços e coração aberto e dividir com o senhor, a lição de amor e beleza de mais de cinco séculos de história. Em nome dessa Bahia, de todas as glórias, que tenho o privilégio de conceder-lhe o título de cidadão baiano”, concluiu.

DSC_5180

Após receber o título das mãos das autoridades e da filha Bianca, o médido relatou como começou sua relação com a Bahia, desde o início da faculdade de medicina, numa divertida viagem e suas voltas ao Estado nos anos posteriores, tanto a passeio quanto a trabalho. “Essa trajetória me ligou emocionalmente à Bahia. Pude descobrir que o baiano é um indivíduo cheio de afeto e por isso me identifiquei com esse povo. Aqui aprendi a gostar de música, culinária, a entender ritos religiosos. E o mais importante, é que para o bem-estar interior a gente precisa estar ligado a tudo isso”, explicou.

Raul Cutait afirmou que se sente realizado profissional e emocionalmente, por todo o afeto que recebe dos seus pacientes e dos que o cercam. “Eu priorizo a riqueza da alma e não a material. E isso eu alcancei aqui na Bahia. Me tornar baiano só fecha esse ciclo”, reiterou.

DSC_5394

Em seguida, após a execução do Hino ao Dois de Julho, o líder do legislativo baiano saldou a todos os presentes e explicou que sempre pediu aos parlamentares que quando solicitassem títulos de cidadão, buscassem pessoas que contribuissem de alguma forma com a Bahia. Nilo exaltou a importância de profissionais como o professor, que tem seu dia celebrado hoje e os médicos, que tanto se dedicam a seus pacientes. “O dr. Raul é um dos médicos mais respeitados e renomados do nosso país, que já salvou inúmeras vidas, muitas aqui na nossa Bahia. Por isso, nós da Casa das leis, que deixamos até nossas profissões para nos dedicarmos à vida pública, nos sentimos muito honrados por conceder esse título e agora poder chamá-lo de cidadão baiano”, finalizou.

DSC_5500

Histórico

Dr. Raul Cutait, nasceu em 18 de março de 1950 na cidade de São Paulo, filho de D. Ivonne e Daher E. Cutait. Casado com Márcia Cutait tem três filhos: Bianca, Raul e Fernando. Formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo onde também se tornou Mestre, Doutor e livre docente. Em sua riquíssima biografia, ainda tem diversas especializações nos Estados Unidos, incluindo as passagens em Baltimore, Maryland, Nova York e em Harvard-Boston.

DSC_5346

É Doutor Honoris Causa pela Universidade de Medicina e Farmácia de Iasi, na Romênia e foi eleito membro da Academia Nacional de Medicina em 2005. Foi Presidente do Conselho Médico do Hospital Sírio Libanês, integra inúmeras entidades médicas e científicas no Brasil e no exterior e sua produção científica ostenta inúmeros trabalhos publicados no Brasil e no estrangeiro. Elaborou vários capítulos de livros no Brasil e no exterior e publicou os livros “Câncer do Intestino Grosso”, “Manual de Condutas Médicas para o Programa Saúde da Família”, “Manual de Enfermagem para o Programa Saúde da Família”, “Projeto Diretrizes: Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina”, “Câncer Colo-retal Hereditário Não-Polipose”, “Avaliação Funcional em Coloproctologia”, alguns em parceria e a Série Câncer do Hospital Sírio Libanês encontra-se em 8ª edição, publicado em três idiomas.

Publicou inúmeros artigos em jornais e periódicos sobre saúde e medicina, com textos complementares contendo comentários atualizados. Cutait foi eleito o mais novo Imortal da Academia Paulista de Letras (APL). Depois de disputar o espaço com outros três candidatos, ele ocupará a cadeira número 30, deixada pelo empresário e bibliófilo José Mindlin, que morreu em 28 de fevereiro do ano passado.

Fotos: Sandra Travassos