Mande sua mensagem também nas redes sociais.

Notícias

Concluintes de cursos em Salvador e RMS recebem diploma de técnicos de nível médio

postado em 15/04/2014 03:04

Os 1.616 alunos da quinta turma da Educação Profissional de Salvador, Lauro Freitas e Simões Filho, receberam nesta segunda-feira (14) os certificados de técnico de nível médio em áreas como administração, saúde, construção civil, tecnologia e turismo.

A formatura dos concluintes de cursos em 2013 foi realizada no Teatro Iemanjá, no Centro de Convenções da Bahia, na capital, com a presença do governador Jaques Wagner, do secretário estadual da Educação, Osvaldo Barreto e do presidente da Assembleia, deputado Marcelo Nilo. Em 2014, a rede estadual da Educação Profissional vai oferecer 80 mil vagas.

Os alunos são de 29 centros estaduais da Educação Profissional e unidades escolares que oferecem formação técnica para estudantes que cursam ou já concluíram o ensino médio. “É uma vitória para eles e para nós, que temos a consciência de que esses jovens estão mais preparados para as oportunidades oferecidas pelo mercado de trabalho”, disse o secretário.

_DSC0005

Os novos técnicos estão prontos para trabalhar nas áreas de administração, alimentos, análises clínicas, análises químicas, biocombustíveis, comércio, conservação e restauro, contabilidade, cozinha, desenho em construção civil, documentação musical, edificações, eletromecânica, eletrotécnica, enfermagem e gerência em saúde.

As outras áreas são guia de turismo, hospedagem, informática, instrumento musical, logística, manutenção automotiva, manutenção e suporte em informática, meio ambiente, nutrição e dietética, rede de computadores, refrigeração e climatização, secretariado, segurança do trabalho, serviços condominiais, serviços públicos e vendas.

Diferencial

Para Larissa Bastos, o curso de administração paralelo ao ensino médio fará diferença no caminho entre a escola e o primeiro emprego. “É um diferencial ter essa formação e a experiência de um estágio para conseguir emprego com mais facilidade”.

_DSC0153

Já Rosimeire Alves retornou à sala de aula anos depois de concluir o ensino médio. A então cuidadora de idosos se formou como técnica em enfermagem e pensa em continuar se qualificando. “Ingressar no curso foi um sonho realizado para ter um salário e futuro melhor. Agora pretendo cursar faculdade”.

Desde 2010, a rede estadual da Educação Profissional capacitou mais de 30 mil jovens e adultos. O estado é o segundo do país que mais oferece vagas para os cursos técnicos, atrás apenas de São Paulo, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

Nos últimos cinco anos, o número de matrículas passou de quatro mil para 69 mil, ampliando de 22 para 123 os municípios atendidos em todas as regiões do estado.

Fonte: Secom/governo do estado