Mande sua mensagem também nas redes sociais.

Notícias

Recôncavo terá ponte sobre o Rio Baetantã e recuperação de rodovias

postado em 28/07/2013 12:07

O acesso aos municípios de São Roque do Paraguaçu, Nazaré, Salinas da Margarida, Itaparica, Vera Cruz e Maragojipe, no Recôncavo Baiano, será facilitado com a construção da ponte sobre o Rio Baetantã, incluindo sistema de acesso à BR-420, e com a recuperação de cinco quilômetros da BA 534. A ordem de serviço para a primeira obra, no valor de R$ 42,4 milhões, foi assinada pelo governador Jaques Wagner neste sábado (27), juntamente com o anúncio da recuperação da rodovia, onde serão investidos mais R$ 7,5 milhões, em solenidade realizada no canteiro de obras do Estaleiro Enseada do Paraguaçu.

9376046333_3325e01cd5_c

“Nós vamos fazer ponte, outras estradas complementares, temos compromisso com a água e com a energia. É um investimento pesado do governo do Estado, que também viabilizou o terreno para o empreendimento e as encomendas da Petrobras, que serão atendidas pelo estaleiro”, afirmou o governador. Ele destacou que as obras serão importantes também para a comunidade, pois a ponte e a estrada vão melhorar o acesso para a região.

Wagner ressaltou os esforços para adensar a cadeia produtiva da indústria naval. “Nós estamos fazendo também uma área industrial para atrair empresas fornecedoras para o estaleiro. Para a construção de navios e plataformas, são necessários milhares de itens produzidos fora do estaleiro, barateando os custos e gerando ainda mais empregos para a região”.

Estaleiro Enseada do Paraguaçu

Para o diretor de relações institucionais e meio ambiente do estaleiro, Humberto Rangel o apoio institucional é fundamental para a implantação do empreendimento. “Nós estamos hoje em uma cerimônia de lançamento da ponte que vai beneficiar a população, mas também é necessária para o estaleiro. Nós temos a pavimentação da BR-534, são cinco quilômetros de acesso que estão beneficiando a comunidade de enseada”.

9378828682_0bb9996044_c
A implantação do estaleiro representa um investimento de R$ 2,6 bilhões. O empreendimento vai gerar cerca de 15 mil empregos diretos e indiretos e processar 36 mil toneladas de aço por ano, quando atingir a plena produção.

A empresa Estaleiro Enseada do Paraguaçu é formada pela união de quatro grandes grupos empresariais, a Odebrecht, OAS, UTC e a japonesa Kawasaki Heavy Industries. O estaleiro será especializado em construção e operação de embarcações offshore.

Fonte: Secom/governo do estado