Mande sua mensagem também nas redes sociais.

Notícias

Recuperação da BA_270 reforça desenvolvimento da pecuária e da indústria calçadista

postado em 26/07/2013 12:07

A região de Itapetinga, no sudoeste baiano, onde a economia está se desenvolvendo com a renovação da indústria calçadista e a ampliação da cadeia produtiva da pecuária, que agora conta também com o Frigorífico Regional do Sudoeste, vai ganhar mais 27 quilômetros de estradas reformadas, ligando Potiraguá a Itarantim.

O governador Jaques Wagner assinou nesta sexta-feira (26) ordem de serviço para a recuperação desse trecho da BA-270, beneficiando também os municípios de Potiraguá, Macarani e Maiquinique. Além disto, a estrada é importante para quem vai de Brasília ou do sudoeste em direção a Porto Seguro para fazer turismo ou negócios.

Em Potiraguá, o governador participou da abertura do Primeiro Encontro do Agronegócio de Potiraguá, no Parque de Eventos Agropecuários Dr. Pedro Barbosa de Deus. Em seguida, foi para Itarantim, onde assinou a ordem de serviço para a recuperação da estrada.

Itarantim

James Cintra é caminhoneiro e ganha a vida buscando leite nas fazendas e levando para os comércios da região. Para fazer este trabalho, viaja pela BA-270 quase todos os dias. “Eu saio de Potiraguá e vou até Itarantim. Demoro até duas horas. Recuperando a estrada, vou fazer a viagem em 40 minutos. É comum cortar o pneu, danificar a transmissão e a cruzeta porque usa muito a marcha de força. Com a estrada melhor, a gente anda mais à vontade e não tem este prejuízo todo”.

O taxista Deiva Dutra Alves também faz o roteiro Potiraguá-Itarantim praticamente todos os dias. “Na semana passada estouraram dois pneus no carro, cheio de gente, que eu fui buscar em Ilhéus, e isso quase causou um acidente. Também tem muita poeira e pedra vindo no parabrisa. Com a estrada nova tudo isso vai melhorar”.

Mais estradas

O vice-governador e secretário da Infraestrutura, Otto Alencar, disse que outra estrada, também na região, que liga Itororó ao Rio Palmeirinha, está sendo recuperada. Segundo ele, “com as obras, as pessoas vão utilizar mais estas duas importantes estradas para o turismo e a produção, principalmente do polo calçadista, que está sendo renovado, com a vinda de novas empresas”.

Ele enfatizou ainda que até 2014 o governo “poderá ter ultrapassado os nove mil quilômetros de estradas recuperadas. Já ultrapassamos os 7,2 mil e continuamos trabalhando para conseguir mais financiamentos para estas obras”.

Frigorífico Regional em Itapetinga para impedir abate clandestino

Itapetinga também já conta com o Frigorífico Regional do Sudoeste funcionando novamente. O sócio-diretor do empreendimento, José Marcos Ribeiro, afirmou que o equipamento vai ser importante no combate ao abate clandestino de animais. “A prática é ilegal e traz problema para a saúde das pessoas, que não sabem a origem do animal nem como a carne foi conservada”.

Ele enfatizou que o abate clandestino também é “um problema para o meio ambiente, pois não fazem o descarte dos resíduos de forma correta, contaminando o solo e a água”. Fechado desde março de 2012, o empreendimento já está atendendo aos grandes e pequenos produtores de 13 municípios da microrregião de Itapetinga.

9372594796_fa42b48ac6_c

Segundo o diretor, os produtores pagam pelo abate e recebem a carne embalada e resfriada, que pode ser entregue inclusive para a pessoa que comprou o produto. O restante do boi também é aproveitado, os ossos são transformados em ração e os “miúdos” viram sebo, para a produção e sabão.

A reinauguração gerou 125 empregos diretos, sendo inclusive a primeira oportunidade de trabalho para algumas pessoas. Everson Jesus dos Santos, 17 anos, conseguiu o primeiro emprego no frigorífico. “Aqui facilita para que eu possa fazer uma faculdade, acrescenta no meu currículo, para que eu possa trabalhar e crescer profissionalmente”.

Fonte: Secom/governo do estado