Mande sua mensagem também nas redes sociais.

Notícias

Tv Assembleia: uma tv que não para de crescer e se modernizar

postado em 23/01/2017 10:01

tv AL

A TV Assembleia, a cada ano, dá um passo maior no caminho do desenvolvimento tecnológico e principalmente social, aproximando os baianos do poder legislativo.

O Canal acaba de ganhar uma nova programação. Conteúdo de qualidade, com transmissão de todos os trabalhos da Assembleia Legislativa e também com programas de utilidade pública e de divulgação da Bahia. “É uma TV completa. Não fala só de política e dos trabalhos da AL. Como todas as emissoras contemporâneas, tem uma programação variada que vai da utilidade pública ao turismo”, afirmou José Acurcio Vaz Souza, diretor-geral da Fundação Paulo Jackson, entidade responsável pela gestão do Canal Assembleia.

O canal Assembleia foi criado em 2007, no mesmo ano do primeiro mandato do presidente Marcelo Nilo, que sempre enxergou a TV Assembleia (TV AL) como uma importante ferramenta de divulgação e transparência da casa.

Uma das metas de Nilo foi transformar a TV Assembleia em canal aberto. Até 2014 a TV AL só podia ser assistida em canais fechados. Em 2015 o sinal da TV AL passou a chegar na casa de todos os baianos.

tv

Nos últimos anos a TV AL só tem se modernizado e crescido. A expansão do canal para a WEB e do sinal através de satélite, a recuperação e ordenamento do arquivo, a outorga definitiva para a operação do canal próprio, os novos cenários, novas vinhetas, nova programação e uma equipe de profissionais competentes, reforçam a missão de levar para a população baiana informação e conteúdo de qualidade.

Também acaba de ser criado um aplicativo para smartphone (Androide e IOS). O APP da TV Assembleia permite assistir ao vivo a transmissão das sessões e todos os outros programas. “Esse aplicativo é mais uma ferramenta de interatividade e transparência do poder legislativo” disse o presidente Marcelo Nilo.

tv assembleia

A nova programação entrou no ar no último dia 21. Na nova grade destaque para: “Assembleia Entrevista” – com o apresentador Humberto Pinheiro, que continua ouvindo os parlamentares da Casa; O “Assembleia Notícias”, com Miriam Nery; “Bahia da Gente” e “Fala Comunidade”, com Jefferson Beltrão comentando sobre os problemas do dia a dia da população. Também fazem parte da programação “Todos os Cantos” com Paula Ary, “O Ateliê” e “Assembleia Literatura”, com Claudius Portugal, falando sobre música, arte e cultura. O programa “Ponto de Vista”, com Carlos Alberto Reis e “Espaço Livre”, com Aureny de Almeida trazendo debates sobre temas diversos. Ainda tem “Eco-ciência”, com Darly Martins e “Oxente, Você Sabia?”, com Michelle Gramacho, trazendo curiosidades sobre a Bahia.

Já avançamos muito com o Canal Assembleia, mas isso deve ser só o começo. Uma TV tem que ser moderna, tem que acompanhar a evolução tecnológica e social. Só assim terá capacidade de cumprir o papel de informar com eficiência, de aproximar a população, de interagir e de ser democrática” disse Marcelo Nilo.